Domingo, 21 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Domingo, 21 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Geral Quarta-feira, 04 de Outubro de 2023, 16:03 - A | A

Quarta-feira, 04 de Outubro de 2023, 16h:03 - A | A

Afro Empreendedorismo

Expositores podem se inscrever até sexta-feira (6) para participar de Feira

Evento será realizado nos dias 14 e 15 de outubro, no Museu de História Natural de Mato Grosso, em Cuiabá

Da Redação

Artistas e empreendedores pretos ou pardos de Mato Grosso podem se inscrever para expor produtos e serviços na Báyò - Feira de Afro Empreendedorismo Criativo, que será realizada pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), nos dias 14 e 15 de outubro, das 16h às 22h, no Museu de História Natural de Mato Grosso, em Cuiabá.

A participação na feira é gratuita e as vagas são limitadas. As inscrições encerram nesta sexta-feira (06.10) e podem ser feitas AQUI.

Podem ser expostos produtos e serviços do segmento da economia criativa, que incluem artesanato, artes cênicas e visuais, audiovisual, música, literatura, fotografia, cultura popular, arquitetura, moda, gastronomia, design, games, negócios digitais, publicidade e turismo. O evento ainda vai contar com apresentações artísticas e praça de alimentação.

A feira integra as atividades do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Afroempreendedorismo de Mato Grosso (BÁYÒ), em 2023. Realizado pela equipe da Superintendência de Desenvolvimento da Economia Criativa da Secel, o programa busca fomentar e valorizar os negócios criativos conduzidos por pessoas pretas e pardas no Estado. 

Uma das primeiras ações, a pesquisa diagnóstica para conhecer as demandas da população negra empreendedora em Mato Grosso continua disponível para respostas pelo site da secretaria. Para participação como expositor na Feira, há a necessidade de preenchimento do estudo online.

O programa também ofertou um curso de ‘Imersão em Afroempreendedorismo’, que foi realizado durante cinco dias, no mês de setembro, em Cuiabá. Na programação foram tratados temas como economia criativa, modelagem de negócios, elaboração de projetos e captação de recursos, comunicação, marketing e sustentabilidade.

“O Báyò é uma celebração da diversidade, da ancestralidade e da criatividade. É uma oportunidade de enaltecer a rica cultura afro-brasileira e suas contribuições para a economia criativa”, destacou a superintendente de Desenvolvimento da Economia Criativa na Secel, Keiko Okamura.

Ainda de acordo com a superintendente, durante a Feira o público terá a oportunidade de conhecer produtos e serviços que são criados e vendidos exclusivamente por empreendedores negros no Estado.

“Seja artista, designer, artesão, chef, escritor, músico, ou qualquer outra pessoa negra ou parda envolvida na economia criativa, cada expositor terá a chance de apresentar seus talentos, ajudando a potencializar seus negócios e a identidade negra”, concluiu.

Mais atividades Báyò

Outra atividade ofertada pelo programa Báyò é a palestra ‘Empreendedorismo na Base da Pirâmide’, que acontece no dia 14 de outubro, às 9h, no Palácio da Instrução, em Cuiabá. A palestra será ministrada por Celso Atayde, fundador da Central Única das Favelas (CUFA) e um dos maiores nomes do empreendedorismo social no Brasil. 

Clique aqui para se inscrever gratuitamente. 

* Com assessoria

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia