Segunda-feira, 15 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Segunda-feira, 15 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Chapada Domingo, 25 de Junho de 2023, 06:49 - A | A

Domingo, 25 de Junho de 2023, 06h:49 - A | A

CULTURA ALIMENTAR

Programa "Cozinhas & Infâncias" finaliza formação no Cerrado celebrando alimentação saudável junto aos educadores da Chapada dos Guimarães

Iniciativa do Instituto Comida e Cultura, Ministério Público do Estado de Mato Grosso e Secretaria de Educação da Chapada dos Guimarães reúne educadores de escolas metropolitanas e rurais em um trabalho inovador que valoriza os saberes regionais

DA REDAÇÃO

O Instituto Comida e Cultura (ICC), sediado em São Paulo, atua desde 2018 em projetos de formação sobre alimentação para educadores do ensino infantil e fundamental. Para o Instituto, a alimentação saudável é o resultado de um processo construído a muitas mãos, além de uma poderosa ferramenta no combate à má nutrição, à obesidade infantil e até mesmo às mudanças climáticas. Agora o ICC realiza o sonho de adentrar novos territórios, fazendo da cozinha a extensão da sala de aula também no cerrado brasileiro.

A partir de uma parceria entre o ICC, Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT) e Secretaria Municipal de Educação (SME) da Chapada dos Guimarães, o programa de formação e qualificação ‘Cozinhas & Infâncias' realizou encontro no sábado, dia 24/06.

O objetivo foi preparar educadores, apresentando conhecimentos sobre a história da alimentação humana e da culinária brasileira, habilidades culinárias e alimentação saudável.

"Somos gratos ao Instituto Comida e Cultura, que, junto ao Ministério Público, oferece oportunidade aos professores do município para trabalharem o tema da alimentação na sala de aula, o que também pode se estender aos familiares. A valorização da cultura alimentar local desperta ainda o interesse futuro dos alunos no mercado de trabalho da cidade que também atua no segmento turístico", destaca Benedito Antônio de Oliveira Lechner, Secretário Municipal de Educação de Chapada dos Guimarães.

No total, participaram do curso cerca de 50 representantes de 8 escolas de educação infantil da área metropolitana e rural. Os encontros aconteceram de forma virtual e presencial, com atividades práticas na cozinha do Centro Municipal de Educação Infantil ‘Magia Do Saber’ Anita Goulart. O projeto contou com apoio financeiro do MPMT.

Para a Professora Gislaine do Nascimento Silva, do Centro Municipal de Educação Infantil ‘Magia do Saber’ Anita Goulart, o curso foi uma oportunidade de abrir um novo olhar sobre a relação dos alimentos com o meio e sobre como abordar essa relação em sala de aula. “O ato de se alimentar não está encerrado em si, envolve uma teia de relações muito maior do que lembramos de analisar no dia a dia. Hoje penso melhor sobre como a alimentação é parte da minha cultura e identidade regional, minhas memórias de infância e juventude, dos momentos em família fazendo pamonha, farinha, catando pequi ou outras frutas do cerrado”, declara a Professora Gislaine. Para ela, como professora, a partir do curso foi possível pensar a alimentação como ferramenta de ensino, como valorização da cultura local e como incentivo de práticas de vida mais saudáveis para os pequenos e suas famílias.

À luz do Guia Alimentar para a População Brasileira, o material exclusivo preparado pelo ICC valoriza o conceito da alimentação saudável a partir da formação da culinária brasileira.

"O Cozinhas e Infâncias, entre outras estratégias, usa a cultura culinária como uma porta de entrada para o debate da socio biodiversidade, conectando agricultura, saúde, educação e meio ambiente, e motivando um espaço político favorável à sua conservação. Hoje, o Cerrado é nosso bioma mais ameaçado e o projeto quer propor aos educadores do ‘coração do Brasil’ uma reflexão sobre a possibilidades de sistemas alimentares mais saudáveis a partir de uma nova consciência alimentar", defende Bela Gil, uma das fundadoras do ICC.

Bela observa que diante do novo cenário político no Brasil, é preciso acreditar num caminho para além do combate à fome. Programas como o ‘Cozinhas & Infâncias’ ampliam o acesso ao conhecimento entre educadores e estudantes nas escolas, que têm papel fundamental na promoção da alimentação adequada, saudável, biodiversa e inclusiva.

Ao cozinhar com as crianças é possível trabalhar assuntos complexos como os processos produtivos e seus impactos socioambientais, a origem dos alimentos, a ancestralidade, a cultura intrínseca aos diferentes modos de preparo e a valorização das receitas tradicionais feitas com ingredientes nativos.

Crianças em contato com os alimentos na horta da escola Anita Goulart - Crédito: Gislaine do Nascimento SIlva

Vale mencionar que de maneira interdisciplinar o programa navega pelos tópicos: cultura, história, sistemas alimentares, biodiversidade, nutrição, educação para as relações étnico-raciais e o ensino de história e cultura afro-brasileira, africana e indígena.

Segundo Leandro Volochko, Promotor de Justiça da Chapada dos Guimarães, projetos como Cozinhas & Infância reforçam o papel do Ministério Público na defesa dos direitos coletivos, da educação, do meio ambiente e da saúde pública. "Alimentação saudável, história da culinária regional e brasileira, valorização da riqueza alimentar do cerrado brasileiro é conteúdo que deve ser trabalhado junto aos educadores e educadoras do ensino infantil e fundamental aqui em Chapada dos Guimarães. Desejamos que o projeto siga evoluindo para a consolidação do tema nas escolas do Estado."

Serviço:

Instituto Comida e Cultura

Site: www.comidaecultura.org

Instagram: @institutocomidaecultura

Email: [email protected]

Sobre o Instituto Comida e Cultura

* Com assessoria

Formado por cinco educadoras e ativistas de alimentação saudável, o Instituto Comida e Cultura propõe reconectar a criança ao alimento por meio de um resgate lúdico da história, cultura e biodiversidade brasileiras. Trabalha com a formação de educadores e outros atores envolvidos no desenvolvimento integral da criança para inspirar a prática, fomentar o debate e inserir o tema da alimentação nos currículos pedagógicos.

 

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Álbum de fotos

Lenia Freitas

Lenia Freitas

Lenia Freitas

Lenia Freitas

Comente esta notícia