Sexta-feira, 21 de Junho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Sexta-feira, 21 de Junho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Variedades Quinta-feira, 24 de Agosto de 2023, 10:27 - A | A

Quinta-feira, 24 de Agosto de 2023, 10h:27 - A | A

TRADIÇÃO

Governo do Estado institui Dia da Cavalgada em Mato Grosso

De autoria do deputado Eduardo Botelho (União), a lei tem como objetivo fomentar a cadeia de criadores de equinos e muares

Da Redação

No dia 27 de julho deste ano, o governo de Mato Grosso sancionou a Lei n° 12.204, que institui o Dia da Cavalgada, a ser celebrado em 1º de outubro. De autoria do deputado Eduardo Botelho (União Brasil), a lei tem como objetivo fomentar a cadeia de criadores de equinos e muares. Vale destacar que, no dia 1º de outubro, o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso vai entregar uma cópia emoldurada da lei à Associação de Comitivas das Cavalgadas.

“Essa data é importante para o estado e trata-se de um projeto de lei de nossa autoria que virou lei, que pretendemos incentivar e dar mais força para esse pessoal adepto da cavalgada que faz parte da cultura mato-grossense”, disse o parlamentar.

De acordo com Botelho, a cavalgada já é algo que faz parte do roteiro de praticamente todos os municípios mato-grossenses. “É um evento inerente da sociedade no estado, onde a população gosta dessas festividades, que passam por lugares históricos e bonitos. Foi baseado nisso tudo que criamos o Dia Estadual da Cavalgada. Vários municípios têm na sua programação de eventos a cavalgada e agora o estado também tem a data comemorativa”, lembrou o deputado.

A cavalgada é uma manifestação cultural em forma de passeio, realizada por grupos de cavaleiros e amazonas, entre crianças, jovens e idosos. Uma cavalgada pode ser realizada por motivos religiosos, cívicos, diversão, esporte ou associação de duas ou mais dessas atividades.

Esse hábito é realizado por pessoas em todo o Brasil, assim como em vários municípios do estado de Mato Grosso, que mantêm forte a tradição e a cultura.  Em Chapada de Guimarães um projeto de lei foi proposto para regulamentar a atividade.

Conforme a lei, fica instituído o Dia da Cavalgada no Estado de Mato Grosso, a ser comemorado em 1º de outubro. Consta ainda que o evento passa a fazer parte do Calendário Oficial de Eventos do Estado de Mato Grosso.

Serão promovidos concursos e premiações destinados a eleger a melhor comitiva, o melhor cavaleiro, originalidade e provas. Poderão participar do evento, a título de colaboração, as associações de criadores de cavalo das diversas raças, que farão parte da comissão julgadora, por meio de representantes por elas indicados.

“O dia 1° de outubro, data escolhida para ser comemorado o Dia da Cavalgada no Estado de Mato Grosso, é em decorrência ao dia da fundação da primeira Associação das Comitivas de Cavalgadas em Mato Grosso”, disse Botelho.

Vale destacar que as cavalgadas no Brasil surgiram durante o processo de ocupação de territórios, entre os séculos 17 e 18. Conduzindo o gado bovino e/ou equino de uma fazenda para outra, os tropeiros, montados a cavalos ou burros, se acampavam para descansar; agradecer e pedir proteção divina. “Sempre foi uma profissão sofrida, mas fazia parte de muitos brasileiros do meio rural daquela época”, lembrou o deputado.

Atualmente, essa prática é considerada uma mistura de religião, esporte, aventura, mas principalmente um patrimônio histórico cultural, trazido com orgulho no peito de quem pratica, promove fé e amizade.

“Além disso, as cavalgadas pelo país desempenham um papel importante no comércio das localidades onde são realizadas, gerando emprego e renda às famílias que vivem nesse meio”, destacou.

Hoje, as comitivas são compostas por pessoas montadas a cavalo, burros, jumentos e bois, acompanhadas por pessoas conduzindo veículos motorizados, reunindo, ao final, todos em louvor a divindades e para festejar em grandiosas festas com muita música.

“A cavalgada é uma forma de reunir pecuaristas, comerciantes e simpatizantes do movimento, além de crianças e adolescentes, para um momento de lazer e interação entre gerações”, definiu Botelho.

Os tipos mais comuns de cavalgada são:

Cavalgadas progressivas: Esse passeio consiste no deslocamento de um ponto ao outro.
Cavalgadas de campo fixo: Os participantes costumam fazer passeios que terminam sempre com retorno à base.
Cavalgadas de expedição: Tipo acampamento.
Cavalgadas de passeio: Para quem deseja realizar a atividade em grupo, os passeios são de curta duração e oferecem ótimas opções de entretenimento para os participantes.
Cavalgadas de desfile: Caracterizam-se por ter um número expressivo de participantes que cavalgam desfilando.

O recorde da maior cavalgada do Brasil pertence ao município de Brusque (SC). Em um clima de fé e tradição, famílias inteiras participaram com suas carroças e charretes. Realizado em 2019, o evento reuniu, naquela oportunidade, 8.125 cavaleiros de 388 cidades.

* Com assessoria

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia