Quarta-feira, 29 de Maio de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Quarta-feira, 29 de Maio de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Fechou na Neblina Sexta-feira, 10 de Novembro de 2023, 08:16 - A | A

Sexta-feira, 10 de Novembro de 2023, 08h:16 - A | A

MERCÚRIO ILEGAL

Quebra de sigilo pode complicar “povo do governador”

Operação Hermes II atingiu suposta organização criminosa que contrabandeava mercúrio para abastecer os garimpos em MT

Da Redação

O jornal "A Gazeta" publicou matéria nesta sexta-feira (10) mostrando suposto envolvimento de pessoas próximas ao governador Mauro Mendes (União) com membros da suposta organização criminosa que contrabandeava mercúrio ilegal da Bolívia e China. 

"A quebra de sigilo de membros da suposta organização criminosa que contrabandeava mercúrio ilegal da Bolívia e China para abastecer garimpos em Mato Grosso mostra que o grupo visava vender para o “povo do governador”. A declaração demonstra que o grupo tratava as mineradoras Kin e Aricá, como se fossem do governador Mauro Mendes (União).", informa trecho da matéria. 

A informação consta no inquérito policial que embasou a decisão judicial que autorizou a 2ª fase da Operação Hermes da Polícia Federal. Em um dos trechos, Alberto Veggi dialogava com Arnoldo Veggi, sugerindo que os compradores poderiam ser do “povo do governador” ou de alguma cooperativa de garimpeiros da região.

OPERAÇÃO HERMES
A Polícia Federal deflagrou a Operação Hermes II na última quarta-feira (8) atingindo a suposta organização criminosa que contrabandeava mercúrio para abastecer os garimpos em Mato Grosso e Pará. Nesta fase, a PF atuou na identificação dos principais responsáveis pelo comércio ilegal de mercúrio e os respectivos compradores finais. Ou seja, os reais destinatários do mercúrio contrabandeado. E que na imensa maioria das vezes são garimpeiros com autorizações de lavra. O grupo era dividido entre fornecedores, sócios, financiadores, compradores e operacionais. Durante a apreensão, 709 litros de mercúrio foram apreendidos com quadrilha.

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia