Segunda-feira, 22 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Segunda-feira, 22 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Chapada Quarta-feira, 30 de Agosto de 2023, 10:31 - A | A

Quarta-feira, 30 de Agosto de 2023, 10h:31 - A | A

MORADORES TERÃO DESCONTO

Cobrança inicial será de R$ 30 para visitar Parque de Chapada dos Guimarães

Após o quinto ano de contrato de concessão, o ingresso pode custar até R$ 100

KATIANA PEREIRA
Da Redação

O edital de concessão do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães prevê a cobrança inicial de R$ 30, por pessoa, para visitação no primeiro ano de gestão privatizada. O valor sobe para R$ 35,00 no segundo ano, R$ 45 no terceiro ano e R$ 50 no quarto ano. Após o quinto ano de contrato de concessão, o ingresso pode custar até R$ 100.

Moradores de Chapada dos Guimarães, Cuiabá e Várzea Grande terão desconto de 75% desses valores. A concessão é para 30 anos.

Isso é o que está disposto no Edital de Licitação - Concorrência nº 001/2023 (VEJA AQUI), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio), que publicou novo documento de concessão de serviços no Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, seguindo determinação do Tribunal de Contas da União (TCU).

Na realidade, os dois editais são bem semelhantes, além dos valores dos ingressos, que manteve o mesmo preço da proposta anterior, o novo edital também mantém a previsão de investimentos de aproximadamente R$ 18 milhões em infraestrutura no parque, além da perspectiva de aplicação de R$ 200 milhões em operação e gestão.

O edital prevê ainda a realização de uma série de investimentos já no início da concessão, como melhorias nos edifícios operacionais, em infraestrutura de lazer e em instalações de diversas áreas.

Para a licitação, será adotado como critério de julgamento o maior valor de outorga fixa a ser paga ao poder concedente pela concessionária. O vencedor será responsável pelas atividades de apoio à visitação, manutenção e modernização dos serviços turísticos, além de ações de conservação e proteção ambiental.

A entrega dos envelopes ocorrerá no dia 12 de dezembro e o leilão, no dia 20 de dezembro deste ano, na sede da B3 em São Paulo.

O projeto, que está qualificado no Programa de Parceria de Investimentos (PPI) do Governo Federal, foi estruturado pelo BNDES em parceria com o ICMBio, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e o Ministério do Turismo (MTur).

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia