Segunda-feira, 15 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Segunda-feira, 15 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Opinião Segunda-feira, 08 de Julho de 2024, 08:08 - A | A

Segunda-feira, 08 de Julho de 2024, 08h:08 - A | A

Gabriel Novis Neves

Meu Aniversário

Gabriel Novis Neves

A vida nos obriga de dez em dez anos a mudar de ‘casa’.

 Foi assim aos dez, vinte, trinta, quarenta, cinquenta, sessenta, setenta e agora oitenta anos.

 Pretendo ‘mudar de casa’ daqui há um ano para a ‘perigosa casa dos noventa’, que termina no centenário.

 Já mudei bastante e necessito de outras mudanças para apreciar melhor o horizonte.

 Sei que a minha ‘casa nova dos noventa’ é de risco, quando tenho uma visão privilegiada das casas que já ocupei.

 Mudar de casa aos oitenta é um privilégio, mas esta casa está sempre em manutenção, e por muitos chamada de perigosa.

 Estou ansioso para mudar para a casa dos noventa, toda reformada para me receber.

 A linda vista pelas casas que já passei por oito vezes me enche de alegria.

 Quantas vezes corri risco de morte nesse passado invejável.

 Não digo que estou chegando sem arranhões na casa dos noventa, mas mesmo assim estou no lucro.

 Nasci quando não havia antibióticos e vacinas, e fabriquei imunidades para continuar a minha longa caminhada.

 Cheguei a casa dos vinte morando em pensão no Rio de Janeiro, protegido por Deus, e nunca tive problemas de saúde.

 Corri sério risco de vida quando minha ambulância capotou em uma madrugada chuvosa na Tijuca.

 Também quando trabalhei no ‘hospital de campanha’ no dia 31 de março de 1964, no Palácio Guanabara.

 Tive que fazer sérios reparos na minha casa dos vinte anos.

 Nas outras casas apenas manutenção de rotina até a casa dos oitenta.

 Nessa casa fui obrigado a fazer seis grandes consertos para continuar a habitá-la.

 Colocação do marca-passo cardíaco, implante de prótese da válvula aórtica, cura de pneumonias de repetição, retirada de pólipo intestinal, artroses dos joelhos, disautonomia.

 Deixo a casa dos oitenta em perfeitas condições de habitação.

 No dia do meu aniversário haverá o almoço da família, com bolo confeitado e duas velinhas acesas para eu soprar com a criançada, seguido dos ‘parabéns a você’.

 Inicia a contagem regressiva para a festa dos meus noventa anos, com cheiro próximo ao centenário.

Gabriel Novis Neves é médico, fundador e ex reitor da UFMT

 

O Alô Chapada não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço, que é de livre manifestação

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia