Terça-feira, 28 de Maio de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Terça-feira, 28 de Maio de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Política Terça-feira, 03 de Outubro de 2023, 10:50 - A | A

Terça-feira, 03 de Outubro de 2023, 10h:50 - A | A

CONFIRA

Governo de MT apresenta 14 editais da Lei Paulo Gustavo

A previsão é que as inscrições do edital sejam abertas na segunda quinzena de outubro

Da Redação

O Governo de Mato Grosso apresentou, nesta segunda-feira (02.10), ao setor cultural do Estado os 14 editais da Lei Federal Paulo Gustavo, que serão lançados a partir da segunda quinzena de outubro. Ao todo, serão R$ 34 milhões que vão contemplar segmentos de audiovisual; artes visuais; economia criativa e solidária; patrimônio histórico e museus; literatura; música; teatro; circo; dança; capoeira; bandas e fanfarras; cultura hip hop; artesanato; carnaval e festividades populares.

Sob gestão da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), o objetivo da apresentação é adiantar as informações sobre os editais de modo a atender os 141 municípios, e para que os fazedores da Cultura possam iniciar a elaboração dos projetos.

“Sabemos que será um trabalho bastante árduo, processar e fazer com justiça a escolha dos melhores projetos para que ao final tenhamos uma grande produção cultural no Estado de Mato Grosso. Que a Secel possa fazer essa condução de forma rápida, eficiente e transparente, para que tenhamos o setor cultural contemplado pelos investimentos e devolvendo excelentes trabalhos que serão compartilhados e vivenciados com toda a sociedade mato-grossense”, destacou o governador Mauro Mendes.

Dentre os projetos a serem contemplados pelos editais estão produções, salas de cinema, acervo, formação e licenciamento de audiovisuais, além de Prêmio de Literatura, segunda edição do MT Preservar e MT Criativo – feiras.

Outra novidade apresentada foi a continuidade do edital Viver Cultura, desta vez dividido em duas categorias: Expressões, que abrangerá segmentos artísticos, e Identidades – que envolverá públicos considerados minorias e/ou vulnerabilizados, como populações negras, indígenas, LGBTQIA+, egressos do sistema prisional, imigrantes, pessoas em situação de rua e pessoas com deficiência, dentre outras.

“Os editais que apresentamos são frutos de um acúmulo de conversas, de escutas públicas, e todos passaram pelo crivo do Conselho de Cultura. Estamos trabalhando com a ideia de diversidade e democracia, uma Lei Paulo Gustavo com oportunidades para todas as pessoas”, explica o secretário adjunto de Cultura da Secel, Jan Moura.

Por tratar-se de lei emergencial, seus recursos devem ser executados em curto prazo, o que ocasionou a necessidade de adiantar as informações sobre os editais para que os fazedores da Cultura possam iniciar a elaboração dos projetos. A previsão é que as inscrições sejam abertas em meados de outubro e prossigam durante 15 dias.

"Confiamos que os nossos trabalhadores da cultura vão fazer muito pelo nosso Estado. Com todo esse recorde de investimentos que o Governo de Mato Grosso vem fazendo, e agora com essa injeção do Governo Federal tanto para os municípios, quanto para o Estado, a efervescência da nossa cultura deve continuar", ressalta o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, Jefferson Carvalho Neves.

Para ele, o edital significa um incentivo que garante o acesso às políticas públicas na ponta e o atendimento às diversas manifestações e populações culturais. "Hoje, a cultura chega nos quatro cantos desse estado. São mais de 90 municípios já atendidos e a meta é chegar nos 141. Com o amadurecimento do segmento vamos avançar muito daqui para frente", finaliza o secretário.

Com informações da SECOM/MT

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia