Sexta-feira, 21 de Junho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Sexta-feira, 21 de Junho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Geral Segunda-feira, 14 de Agosto de 2023, 11:48 - A | A

Segunda-feira, 14 de Agosto de 2023, 11h:48 - A | A

FICHA CRIMINAL

Suspeito de matar advogada foi expulso da PM por roubo e formação de quadrilha; vídeo

A Polícia Judiciária Civil prendeu em flagrante o ex-policial militar Almir dos Reis como principal suspeito de matar a advogada Cristiane Castrillon da Fonseca, de 48 anos

KATIANA PEREIRA
Da Redação

Almir Monteiro dos Reis, de 49 anos, preso em flagrante sob a suspeita de ter assassinado a advogada Cristiane Castrillon da Fonseca Tirloni, foi expulso da Polícia Militar em 2015, sob decisão do Comando Geral da PM, à época chefiado pelo coronel PM Zaqueu Barbosa.

O principal suspeito do crime foi expulso por roubar um posto de combustível do bairro Morado do Ouro, em Cuiabá, em fevereiro de 2013. Ele tinha a patente de soldado e foi admitido na Polícia Militar em 2000. Ele foi condenado por roubo majorado e formação de quadrilha, culminando com sua expulsão em 2015.

A Polícia Judiciária Civil prendeu em flagrante o ex-policial militar Almir dos Reis como principal suspeito de matar a advogada Cristiane Castrillon da Fonseca, de 48 anos. Um vídeo gravado por jornalistas mostra o momento em que Almir é levado até a sede da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Veja vídeo

CRIME NA CAPITAL

Cristiane foi encontrada morta, dentro de seu carro, no Parque das Águas, em Cuiabá, na tarde de domingo (13). De acordo com a PJC, as investigações iniciaram por volta das 15 horas, após equipe da DHPP ser acionada para realizar a liberação do corpo de Cristiane em um hospital para onde foi levado pelo irmão, dando entrada na unidade por volta das 14h25, já sem vida.

Segundo as investigações, a vítima passou a tarde de sábado em um churrasco com a família e amigos e por volta das 22 horas foi com o seu carro até um bar, nas proximidades da Arena Pantanal. No local, a vítima conheceu Almir, com quem teria deixado o local, por volta das 23h30.

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia