Terça-feira, 28 de Maio de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Terça-feira, 28 de Maio de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Variedades Sexta-feira, 05 de Abril de 2024, 13:57 - A | A

Sexta-feira, 05 de Abril de 2024, 13h:57 - A | A

PERDEU PROCESSO

Luana Piovani é impedida de falar de Pedro Scooby

Da redação

Nesta quarta-feira (3) Luana Piovani revelou em seu perfil no Instagram que a Justiça portuguesa decidiu a favor de seu ex-marido, o surfista Pedro Scooby, em processo movido por ele. “Minha advogada me procurou hoje falando que saiu a sentença da mordaça em Portugal”, começou a atriz, em vídeo publicado nos stories.

Com a decisão, Luana está impedida, sob pena de pagamento de indenização, de falar sobre o ex publicamente, na internet. Luana costumava recorrer às redes sociais para desabafar e expor condutas de Scooby como pai. Em uma ocasião, acusou o surfista não querer pagar a pensão alimentícia completa aos filhos. Casados entre 2013 e 2019, eles têm três filhos juntos: Dom, de 12 anos, e os gêmeos Bem e Liz, de 8 anos.

“Como eu fui considerada culpada, tem multas penduradinhas por eu falar do genitor, uma vez que eu não posso mais falar sobre o genitor na internet. Não posso queimar o filme dele, como se eu precisasse queimar o filme dele, né?”, ironizou Luana. “Ele faz coisas tão geniais. É só a gente dar um Google para ver as coisas maravilhosas que têm a respeito dele na internet, inclusive com os seus amigos parças e tudo e tal”, continuou a atriz.

Luana diz que, já acumulou “seis ou sete” multas com valor de 2,5 mil euros, totalizando cerca de 96 mil reais. “Isso faz com que eu esteja com meu c*** na mão. Não tenho esse dinheiro para dar para o governo português porque estou falando verdade na internet. Então o que vou fazer? Tiro todo o meu dinheiro da conta, fica sem nenhum tostão - o que é ótimo, porque agora papai vai pagar as minhas contas - e eu vou viver de bico”, desabafou Luana.

A atriz ainda afirmou ter se sentido desrespeitada e coagida em audiência pelas juízas portuguesas envolvidas no caso. “Eu estava completamente abduzida por pânico, nervosismo e ira”, narrou Luana, dizendo que pretende recorrer em instâncias superiores. “Lá vamos nós para o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem. A questão é que a gente tem que pagar os honorários do advogado e os honorários da Justiça. E é difícil, porque você vai gastando dinheiro para poder se proteger e, se você não tem dinheiro, você não se protege”, afirmou ela.

Luana também comentou sobre a decisão do primogênito, Dom, de voltar para o Brasil para viver com Pedro Scooby. A atriz vive na região de Cascais, em Portugal, para onde se mudou em 2019 com o então marido. “Claro que fiz o acordo do Dom ir para o Brasil. Ele venceu, junto com todas as outras forças. E eu tenho outra família a zelar. Tenho a saúde mental dos meus outros dois filhos, a minha própria, a dos meus pais... Então, a melhor coisa mesmo era deixá-los realizar a fantasia da linda vida com o papai”, disse.

Fonte: Estadão

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia