Terça-feira, 23 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Terça-feira, 23 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Política Terça-feira, 21 de Novembro de 2023, 06:49 - A | A

Terça-feira, 21 de Novembro de 2023, 06h:49 - A | A

GARANTIR EMENDAS

Fávaro deve ser exonerado e retorna ao Senado

À frente da Agricultura, Fávaro tem reforçado seu compromisso com Mato Grosso

Adriana Mendes
Eh Fonte

O ministro Carlos Fávaro (PSD) deve ser exonerado do cargo na pasta da Agricultura e reassumir seu posto como senador só para apresentar emendas parlamentares de 2024, cujo prazo termina na quinta-feira. Segundo o Eh fonte, assessoria de Margareth Buzetti informou que ela também está preparando suas emendas e negou a existência de qualquer acordo entre os dois nesse sentido.

Além de se posicionar em algumas votações contra o governo Lula, Margareth se envolveu em um entrevero público ao ser cobrada por não cumprir o acordo que permitiria ao segundo suplente, José Lacerda (PDD), assumir o mandato neste ano. A senadora se negou a deixar o cargo, afirmando que não havia feito acordo algum.

À frente da Agricultura, Fávaro tem reforçado seu compromisso com Mato Grosso, destinando fartos recursos de emendas ao estado. Por conta disso, irritou os caciques do Centrão no Congresso e viu sua imagem se desgastar dentro e fora do governo. Alguns partidos e líderes chegaram a articular a sua saída do cargo. Mas apesar dos ataques, Fávaro mostrou força até agora para se manter no primeiro escalão do governo Lula.

O ministro tornou-se alvo do Centrão após o Ministério da Agricultura empenhar R$ 135,7 milhões em emendas para cidades mato-grossenses, o equivalente a 48,5% do total de recursos liberados pela pasta neste ano. Foram realizados 14 repasses. O empenho ocorre quando o governo se compromete com determinada obra ou serviço, reservando dinheiro no orçamento para essa despesa.

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia