Terça-feira, 28 de Maio de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Terça-feira, 28 de Maio de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Política Quinta-feira, 14 de Março de 2024, 06:58 - A | A

Quinta-feira, 14 de Março de 2024, 06h:58 - A | A

novela

Deputado revela que Lula tem interesse em entregar o VLT em Cuiabá

O Município de Cuiabá cadastrou o projeto do VLT Cuiabano para receber recursos do Novo PAC e, segundo o deputado federal Emanuelzinho, tudo está bem encaminhado em Brasília.

DA REDAÇÃO

Deputado federal por Mato Grosso, Emanuelzinho (MDB) afirmou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem interesse em concluir a obra do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) de Cuiabá. O parlamentar disse que o projeto do modal, que pode ser realizado pelo Novo PAC da Mobilidade Urbana, já foi aprovado tecnicamente, faltando apenas a viabilidade política. 

“Nós vamos ter a seleção do PAC mobilidade agora e o VLT Cuiabano já foi totalmente aprovado tecnicamente, só esperando as conversas com o presidente Lula e com o ministro Rui Costa, sobre a parte política. Mas até o momento está tudo bem encaminhado, estamos tentando derrubar as decisões porque, de acordo com a AGU, com a PGR, todas as manifestações dos órgãos das instâncias superiores manifestam que a competência para se decidir sobre o BRT é da Justiça Federal e não estadual, então a gente tá recorrendo em relação a isso”, declarou.  

 O governo Federal anunciou que os investimentos do Novo PAC em Mobilidade Urbana darão prioridade aos transportes de alta e média capacidade, como metrôs, trens urbanos, VLTs, BRTs e corredores de ônibus para reduzir o tempo de deslocamento nos grandes centros urbanos e melhorar a qualidade de vida da população. 

O Município de Cuiabá cadastrou o projeto do VLT Cuiabano para receber recursos do Novo PAC e, segundo o deputado federal Emanuelzinho, tudo está bem encaminhado em Brasília.

O novo modal, porém, teria algumas alterações. O VLT não chegaria mais, por exemplo, ao Aeroporto Internacional de Cuiabá – Marechal Rondon, em Várzea Grande, e nem à região do CPA, como seria anteriormente. Emanuelzinho afirmou que o projeto é de interesse do presidente Lula.

 “Teria uma extensão, agora, até o Distrito Industrial. Vai pegar a grande massa dos trabalhadores. O presidente Lula tem interesse, é uma obra inacabada da presidente Dilma, em virtude, não dela, mas do governo Estadual. Naquela época ela que bancou o VLT [...] e é um recurso que está sendo perdido, são R$ 4 bilhões que nós teríamos e mais ou menos R$ 1 bilhão a ser descontado, porque tem todo o projeto que já foi feito, viadutos, trincheiras, desapropriações. Então o presidente Lula tem interesse político, está tecnicamente aprovada, nós vamos trabalhar agora para garantir a viabilidade política”, disse.

*Com informações do Gazeta Digital

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia