Terça-feira, 23 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Terça-feira, 23 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Meio Ambiente Quarta-feira, 08 de Novembro de 2023, 13:42 - A | A

Quarta-feira, 08 de Novembro de 2023, 13h:42 - A | A

HERMES Hg II

PF e Ibama fazem operação em 4 estados com bloqueio de R$ 2,9 bilhões

Comércio ilegal de ouro e mercúrio na Amazônia é alvo. Só em Cuiabá foram 15 mandados, sendo 11 pessoas físicas e 4 pessoas jurídicas

Da Redação

A Polícia Federal (PF) de Campinas (SP) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) deflagraram, na manhã desta quarta-feira (08), uma operação contra comércio ilegal de mercúrio para garimpo de ouro na Amazônia. A pedido da corporação e do órgão, a Justiça determinou o bloqueio de R$ 2,9 bilhões em bens dos investigados e estabeleceu pagamento de 200 salários mínimos para reparar os danos ambientais causados pela quadrilha.

De acordo com a investigação, o objetivo é encontrar provas do funcionamento do esquema, além dos responsáveis pelo comércio e compradores finais do mercúrio ilegal, identificando o patrimônio construído por meio da atividade. Os crimes investigados são danos ao meio ambiente, organização criminosa, receptação, contrabando, falsidade documental e lavagem de dinheiro.

 A operação partiu da investigação contra uma empresa de Paulínia (SP), que, segundo a PF, "favoreceu um dos maiores esquemas de uso ilegal de mercúrio". Ainda segundo a PF, os crimes em apuração estão relacionados ao contrabando e acobertamento do elemento químico, que tinham como destino final o abastecimento de garimpos em áreas que compõem a Amazônia (Amazonas, Mato Grosso, Rondônia, Roraima e Pará).

A operação, que recebeu o nome de Hermes Hg II, é um desdobramento da primeira fase, deflagrada em dezembro do ano passado, e que foi a maior atividade para desarticulação de uso ilegal de mercúrio do país, de acordo com a polícia. No total, são cumpridos 34 mandados de busca e apreensão contra pessoas e empresas em quatro estados de Federação: Amazonas, Mato Grosso, Rio de Janeiro e São Paulo. As ordens foram expedidas pela 1ª Vara Federal de Campinas.

Locais

Manaus (AM): 1 mandado, pessoa física
Cuiabá (MT): 15 mandados, sendo 11 pessoas físicas e 4 pessoas jurídicas
Poconé (MT): 6 mandados, sendo 2 pessoas físicas e 4 pessoas jurídicas
Peixoto de Azevedo (MT): 3 mandados, sendo 1 pessoa física e 2 pessoas jurídicas
Cáceres (MT): 1 mandado, pessoa física
Alta Floresta (MT): 1 mandado, pessoa jurídica
Pontes e Lacerda: 1 mandado, pessoa jurídica
Nossa Senhora do Livramento: 1 mandado, pessoa jurídica
Nova Lacerda: 1 mandado, pessoa jurídica
Duque de Caxias (RJ): 1 mandado, pessoa jurídica
Rio de Janeiro (RJ): 2 mandados, sendo 1 pessoa física e 1 pessoa jurídica
São Paulo (SP): 1 mandado, pessoa física

No total, 140 policiais federais e 30 (trinta) servidores do Ibama participaram da operação. Parte dos agentes embarcou no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, para os locais de cumprimento dos mandados. O terminal também era usado para o transporte de mercúrio ilegalmente.

Informações G1-MT

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia