Sexta-feira, 17 de Maio de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Sexta-feira, 17 de Maio de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Fechou na Neblina Quarta-feira, 01 de Maio de 2024, 06:27 - A | A

Quarta-feira, 01 de Maio de 2024, 06h:27 - A | A

8 de janeiro

STF condena mais dois mato-grossenses por participação nos atos antidemocráticos

Além de 12 anos de prisão, os réus foram condenados a pagarem R$ 30 milhões referente a danos morais coletivos

Do HNT

O Supremo Tribunal Federal (STF) condenou os mato-grossenses André Luiz Vilela e Jairo de Oliveira Costa, ambos foram condenados a 12 anos de prisão por participação nos atos antidemocráticos do 8 de janeiro de 2023. A setença é da última quinta-feira (25).

Os condenados também deverão pagar R$ 30 milhões referente a danos morais coletivos. O valor será quitado em conjunto com os demais condenados pelos atos golpistas. A maioria dos ministros seguiu o voto do relator Alexandre de Moraes.

André e Jairo foram condenados por abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, deterioração do Patrimônio tombado e associação criminosa armada.

André foi preso nas imediações da Praça dos Três Poderes com um estilingue e três pedaços de madeira. Jairo, por sua vez, foi detido com um facão, mas estava na mesma localidade que André.

Ambos foram soltos no fim do ano passado e cumprem medidas cautelares, como o não uso de redes sociais e monitorados por tornozeleira eletrônica.

“O réu, portanto, reconheceu que veio para se instalar em frente ao QGEx e participar de manifestação, tendo, no dia 8/1, se juntado à horda que chegaria a invadir a Praça dos Três Poderes e os prédios públicos lá situados”, diz um trecho do voto de Alexandre de Moraes.

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia