Sexta-feira, 17 de Maio de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Sexta-feira, 17 de Maio de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Chapada Segunda-feira, 01 de Abril de 2024, 06:49 - A | A

Segunda-feira, 01 de Abril de 2024, 06h:49 - A | A

DADA ORDEM DE SERVIÇO

Prefeitura de Chapada dos Guimarães investe R$ 860 mil para resolver problemas das balsas e rebocadores

A reforma será feita pela empresa Correa Fonseca , o prazo de conclusão dos serviços é de até 60 dias

Da Redação

A Prefeitura de Chapada dos Guimarães já deu a ordem de serviço para a reforma das balsas e rebocadores do Rio da Casca e Rio Quilombo nesta segunda-feira (1º de abril). A reforma das duas embarcações vai custar aos cofres do município R$ 860.286,80. O prazo de conclusão dos serviços é de até 60 dias. A reforma será feita pela empresa Correa Fonseca.

O prefeito Osmar Froner explica que após a reforma vai solicitar junto a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra - MT) a licença para operacionalizar as balsas, e a transferência de apoio financeiro para o município para custear parte das despesas.

“Nós vamos oficializar à Sinfra sobre a necessidade da reforma, adequação do plano de navegação, aferimento, medição do casco e de toda a documentação exigida pela Marinha do Brasil. Após a reforma, vamos tentar fazer um convênio de transferência de apoio financeiro para o município, pelo menos para custear as despesas de combustíveis, que corresponde 25% do custo de operação das balsas”, disse o prefeito.

O município recebeu as balsas por meio de termo de sessão em 2003, e até agora já investiu R$ 11 milhões para manter o funcionamento das balsas do Rio da Casca e Quilombo.

“Um recurso que poderia estar sendo investido em educação, saúde e outras políticas que poderiam beneficiar diretamente a população, tendo em vista que o município não deveria ficar com esse ônus, após a construção de uma usina importante que gera energia e renda”, completou Osmar Froner.

Em fevereiro, as balsas foram apreendidas pela Marinha do Brasil devido a necessidade de apresentação dos Planos de Navegação, adequação das estruturas, e a Certificação de Registro das Embarcações.

* Com assessoria

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia

Ronie von 06/04/2024

É impressionante o descaso com a população da região,11 milhões investidos quantas pontes já poderiam ter feito? Será que a balsa não gera interesse financeiro a prefeitura?

positivo
0
negativo
0

Rosi 03/04/2024

Seria ótimo uma ponte, só assim resolveria o problema de vez!

positivo
0
negativo
0

Waldney 02/04/2024

O desvio por conta da falta da balsa é cansativo e oneroso para todo mundo. A melhor solução é pensar na construção de uma ponte de concreto. Continuar com a balsa é ter de tempos em tempos de se deparar com a mesma situação atual.

positivo
0
negativo
0

Nilza Fernandes 01/04/2024

Sao muitos anos aguardando a boa vontade dos governantes em atender a necessidade de uma ponte em respeito a toda comunidade e produtores da região! Quem sabe o atual governador, com olhar de empreendedor e sensível ao turismo no local do Manso resolve esse impasse da ponte do Rio Quilombo!

positivo
0
negativo
0

RONIN 01/04/2024

Uma Ponte resolve definitivamente a problematica de travessia sobre os rios e área alagada. O governo de MT já investiu quase R$ 20 milhões na praça central da Chapada e vive alagada com a chuva vai gastar mais 8 milhões para drenar as águas pluviais. Vai investir 30 milhões pra quebrar o morro do portão do inferno. Já um total aí de quase 60 milhões investidos em beleza. É chegado a hora da acessibilidade para a população alem de ligar possiveis rotas turísticas do interior do Estado através do lago de manso impulsionando o turismo local da região.

positivo
0
negativo
0

MARIA LIDIANE PIRES MACIEL DA SILVA 01/04/2024

O melhor seria a construção da ponte que aí não teria esse gasto todos os meses aos cofres públicos e tbm ajudaria muito quem mora lá que não dependeria só da balsa o desvio é uma estrada muito ruim muitos buracos e com as chuvas tem atoleiros nós que vamos final de semana já sentimos imagina quem mora la

positivo
0
negativo
0

Marcio Bezerra da Silva 01/04/2024

Vai trocar o motor das 2 balsa e pintar ....... vai ter um barco com motor causo ela da pt com pessoas e crianças no meio do lago como faz .....

positivo
0
negativo
0

marcos magoga 01/04/2024

em nenhum momento se discute a construção de ponte resolveria todo problema e daria dignidade aos moradores da regiao precisamos mecher com a opiniao publica e governo sobre a urgencia deste tema

positivo
0
negativo
0

8 comentários

1 de 1