Sexta-feira, 21 de Junho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Sexta-feira, 21 de Junho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Chapada Domingo, 11 de Junho de 2023, 11:55 - A | A

Domingo, 11 de Junho de 2023, 11h:55 - A | A

MISSÃO DE VIDA

“O pôr do sol é minha recompensa”, diz diarista que alimenta 40 famílias com Sopão Solidário em Chapada

Elissandra disse que a ação começou ainda em 2021, na época da pandemia, naquela época, as dificuldades eram mais intensas na comunidade

KATIANA PEREIRA
Da Redação

É em uma pequena casa de alvenaria, rua sem asfalto e de pouca iluminação, que uma ação solidária tem despertado a atenção em todo o estado. A dona de casa e diarista Elissandra da Silva Rodrigues, de 30 anos, idealizadora do Sopão Solidário, acredita ser abençoada por poder contemplar um belo pôr do sol, enquanto atende cerca de 40 famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social nos bairros Sol Nascente, Bela Vista e Vista Alegre, região periférica do município de Chapada dos Guimarães. 

Ao Alô Chapada, Elissandra disse que a ação começou ainda em 2021, na época da pandemia, quando as dificuldades eram mais intensas na comunidade. “Cheguei a ir na Assistência Social. Fiz um cadastro e me colocaram para falar com uma psicóloga para saber se eu precisava do benefício. ‘Eu disse: Moça, meu problema não é na cabeça, é na barriga. As pessoas têm dificuldade em entender a fome’’, relembrou Elissandra.  

Diante da situação, a dona de casa sentiu a necessidade em fazer algo e passou a fazer o sopão, uma inspiração de sua infância, quando viveu no bairro Altos da Serra, em Cuiabá, e sua família recebia do sopão que era servido no bairro. “Falei com minha mãe, minha família e percebemos que era o momento da gente agir. Fazer o mesmo que já fizeram por nós. Como uma retribuição mesmo. Começamos a fazer e as doações começaram a chegar”, contou Elissandra, que relatou que o Sopão Solidário chegou a ter dois pontos de distribuição, mas por conta da queda das contribuições, a sopa é compartilhada apenas em sua casa, no bairro Sol Nascente. Atualmente, a sopa é distribuída todos os sábados, a partir das 16h30. 

Reprodução

sol elissandra

 

Uma das beneficiadas é a dona de casa Elizabete Regina, que todos os sábados, juntamente com o esposo, filhos e netos, se dirigem até a casa de Elissandra, com os potes para pegar porções do Sopão Solidário. Eles também escolhem roupas e calçados que são disponibilizados para doações.

A Casa Solidária, grupo de voluntários atuante em Chapada dos Guimarães, passou a somar com a iniciativa para ampliar a arrecadação de alimentos para ampliar a sopa. “A gente faz tudo que consegue. E serve até acabar. Sabemos que as famílias esperam por esse dia e vamos continuar. Quem puder contribuir é só seguir na rede social”, disse Elissandra. 

A ação tem conseguido apoios importantes, como do jornalista e apresentador Elias Neto, ícone do jornalismo mato-grossense. Elias gravou um vídeo em apoio ao Sopão Solidário, aumentando a atenção a essa importante ação de solidariedade e entrega.

Contato para doações: (65) 99818-2285

 

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Álbum de fotos

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Luís Minhoca | Alô Chapada

Comente esta notícia