Segunda-feira, 15 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather
Segunda-feira, 15 de Julho de 2024
facebook instagram youtube twitter whatsapp
Chapada dos Guimarães
icon-weather

Geral Quinta-feira, 16 de Novembro de 2023, 16:39 - A | A

Quinta-feira, 16 de Novembro de 2023, 16h:39 - A | A

SAÚDE EM PERIGO

Ondas de calor levam UFMT a suspende aulas presenciais

Temperaturas elevadas podem causar desidratação, problemas respiratórios e agravar condições médicas pré-existentes

Da Redação

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) suspendeu as atividades presenciais nos campus de Cuiabá, Araguaia, Sinop e Várzea Grande por dos dias, por causa das ondas de calor que têm atingido o Brasil e outras regiões do mundo. Segundo pró-reitor de Gestão de Pessoas, André Baptista Leite, os servidores continuarão realizando as atividades de maneira remota, exceto as que já estavam previamente programadas e não podem ser reagendadas.

A universidade disse que a medida tem como objetivo preservar a saúde e o bem-estar de todos os membros da comunidade acadêmica, evitando a exposição ao sol forte durante as altas temperaturas.

Cuiabá foi a capital mais quente do dia nessa segunda-feira (13), com 42°C, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O último registro de dia mais quente do ano na cidade foi feito em 19 de outubro, com 43,2°C, e a segunda mais quente do ano em setembro.

A Defesa Civil de Mato Grosso emitiu um alerta de ameaças a saúde pública devido a chegada de uma nova onda de calor no estado, que pode durar até a próxima quarta-feira (15). Dados do Inmet apontam que a temperaturas devem atingir 5ºC acima da média pelos próximos cinco dias.

Por conta dos perigos causados a saúde, a Defesa Civil recomenda que, nesse período, a população evite exposição ao sol durante os horários mais quentes, como das 10h às 17h, a prática de atividades físicas ao ar livre sem a proteção adequada e que não deixem crianças ou idosos sem vigilância em veículos estacionados.

Com informações G1-MT

 

Entre no grupo do Alô Chapada no WhatsApp e receba notícias em tempo real 

Volte para capa do Alô Chapada

Comente esta notícia